O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

CANÇÃO NOVA....




Quando pensei

Que a rotina cinzenta

Dos meus dias

Fosse permanecer assim

E,me afogar nesta mesmice nevoenta

De semitons iguais,

Surgiste ,de repente:

Surpresa e êxtase,

Vendaval repentino!

Desarrumando a minha vida

E ,mudando pra sempre

O meu destino!

Tonta e perdida fiquei,

Sem bússola nem rumo

Nesse vasto mar

De novas emoções...

Tiraste tudo do lugar,

Quando chegaste.

E onde havia um tom

De cotidiana calmaria,

Surgiram inquietude

E,encantamento,

Sortilégio e arrepio...

O que era deserto

Brotou fonte,

E um silencioso rio

Vai me arrastando

Em direções que nem suspeito...

Meu louco coração,

Disparando no peito,

Vai marcando

O compasso mágico

De um tempo

Onde ficamos sós!


Cezarina Caruso- poema do livro HARPA DOS VENTOS/Editora Novitas/2009.

2 comentários:

Luciano Braz disse...

Lindo poema, adorei
Vim te ver e deixar meu singelo abraço.

Obrigado pela leitura
Luciano

cezarina disse...

Gracias, Luciano! Obrigada pela visita,pelas palavras e pelo abraço! Doce beijo!