O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

domingo, 28 de outubro de 2012

MAIS UM POEMA DE CECÍLIA MEIRELES...

                              
    Tela de Eduard Panov (1948-Rússia).



                                                   SONETO ANTIGO.                                                                                                  



Responder a perguntas não respondo. 
Perguntas impossíveis não pergunto.
 
Só do que sei de mim aos outros conto: 
de mim, atravessada pelo mundo.

Toda a minha experiência, o meu estudo, 
sou eu mesma que, em solidão paciente, 
recolho do que em mim observo e escuto ,
muda lição, que ninguém mais entende.

O que sou vale mais do que o meu canto. 
Apenas, em linguagem vou dizendo 
caminhos invisíveis por onde ando.

Tudo é secreto e de remoto exemplo. 
Todos ouvimos, longe, o apelo do Anjo. 
E todos somos pura flor de vento.

Cecília Meireles

              Tela de  Eduard Panov (1948- Rússia).


Tela de Eduard Panov (Nascido em1948 na Rússia).


2 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Cezarina,

"Todos somos pura flor ao vento"

E que sejam sempre bons ventos!

Beijos!
Alcides

Célia Maria de Sousa Arruda Jacobino disse...

Olá!
O que comentar sobre o poema de Cecília Meireles?dispensa comentários,parabéns pela escolha,parabéns pelo blog,parabéns pelas imagens e parabéns para você com raizes cigana, te saudo.
Já estou a te seguir e cheguei aqui através da nossa amiga Martha Marquez.E faço o convite para que conheça o meu cantinho,espero que goste.
Felicidades, e tenha uma semana gloriosa.
http://wwwavivarcel.blogspot.com.br