O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

domingo, 16 de setembro de 2012

MAIS UM POEMA DE MINHA AUTORIA...ODE AO POVO CIGANO!


CIGANA.-AUTOR DESCONHECIDO...

TELA DE DI CAVALCANTE: CIGANOS.

Gypsy Mother and Child
Tela de  Narcisse-Virgile-Diaz-de-la-Peña.
Mãe Cigana(Gipsy Mother).

Ode ao Povo Cigano

Como te amo ,meu povo!

como me orgulho de ti!
No coração, uma chama...
Na alma, aguerrida e forte
a luz da fé que acalentas,
mesclada de liberdade,
te leva sempre adiante!

Jamais teu ser esmorece...

Por mais que sofras e chores
tuas dores se diluem 
e afogas as tuas mágoas
nas  músicas belas que tocas
nas cordas de uma guitarra,
ou na alegria das danças!

Como te amo,meu povo!

Como me orgulho de ti!

Longos anos de sofrer...
De fugas pelas estradas...
De noites desesperadas
pelo choro dos teus filhos,
pelas dores dos irmãos
que o preconceito matou!

Oh!Meu povo!

Oh!Meu sangue!
Quão forte, palpitas em mim!
E quando te vejo dançar
quanta alegria me trazes...

Mas,quantas lágrimas sentidas

pelo meu rosto se escorrem,
como riachos revoltos...
Sofrendo a dor sem medida
das dores tuas,escondidas
no fundo do teu olhar!

Como te exalto,meu povo!


E como anseio por ver
nalgum dia ,que não tarde,
a igualdade de direitos, 
a paz,a fraternidade...
Num mundo todo,sem ódios,
sem fome,sem preconceitos,
onde haja Amor,Liberdade
e a Alegria,por fim, se estenda!


CEZARINA MACEDO/Setembro/2012.



ROMI E SEU FILHO...

m
NOIVOS CIGANOS...


CIGANA COM FILHAS,EM SOUZA...


CRIANÇAS CIGANAS NA FRANÇA...

Ciganos num campo de concentração nazista...


Ciganos Franceses...


IMAGENS DO GOOGLE.





4 comentários:

Van disse...

Oi Cezarina

Que lindo poema!

Esta força e esta alegria do povo cigano que já contagiou a música e a dança do mundo todo são os responsáveis por sua resistência frente a tantas injustiças e perseguições.

Um dia haveremos de ver esta realidade alterada, o povo Rom livre do preconceito e da discriminação que tanto mata.

Beijos

www.amsk.org.br disse...

Que coisa mais gostosa amiga, como é bom vir aqui. Deu saudade.

O poema é muito bonito kalin.

dzorlo angali.

bjs nossos

Marga Peres disse...

Oi Cê!
Que belo poema!Expressão intensa e vibrante de sentimentos deste povo, que através dos tempos, contagiou com sua alegria e seu amor a vida e a liberdade!

Beijos

A Palavra Mágica disse...

Cezarina,

O povo gitano forte, que enfrentou e enfrenta tanto preconceito, se resistiu até hoje, certamente viverá para sempre.

Beijos!
Alcides