O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

quinta-feira, 11 de junho de 2009

NUMA NOITE ASSIM...


HORAS PERDIDAS DA NOITE,
HORAS SILENCIOSAS E VAZIAS,
MAIS TRISTES QUE A TRISTEZA
E, QUE A NEVE, MAIS FRIAS...

HORAS QUE ESCORREM LENTAS
PELAS MARGENS ESCURAS DO TEMPO,
DIZEI-ME- OH! GÊNIOS SOMBRIOS-
EM QUE ESTRELA DISTANTE E FUGIDIA
ESCONDESTE MEUS SONHOS DE CRIANÇA?

OH! NOITE DE BRANCA LUA
REFLETIDA NOS MEUS OLHOS
COMO NUMA PRATEADA LAGOA ,
ONDE ESTÁ A MENINA ALEGRE,
DE ESCUROS OLHOS CASTANHOS?

AO VER-TE, ASSIM, TÃO FRIA E AUSENTE,
LEMBREI-ME DELA E, NA MENTE
A VI CORRER PARA MIM...

OH, TEMPO ONDE ESCONDESTE
AQUELE DOCE SONHAR?
MENINA DOS OLHOS PUROS,
DE MEIGOS OLHOS ESCUROS,
EM QUE CURVA DOS CAMINHOS,
EM QUE ESTRELA TE PERDESTE
PARA NUNCA MAIS VOLTAR?

Cezarina Caruso/2001.

2 comentários:

Lu Cavichioli disse...

Oi Cezarina, bom dia!

em uma noite assim, as estrelas brilharão e por certo trarão novamente olhares, alegrias e sonhos.

Como faço pra ter seu livro? Vi a chamada da Editora.
Adquiro com eles ou diretamente contigo?


Ah, vc viu o convite que te enviei pra ser colaboradora la no Viagem Surreal? Aceita e vc poderá postar seus trabalhos.

ultrabeijos

A Palavra Mágica disse...

Cezarina,

A noite esconde muitas perguntas.

Beijos!
alcides