O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

sábado, 2 de maio de 2009

MORRER DE AMOR...



Ah! Este desejo que me avassala
como uma tormenta inesperada...
Esta dor que me magoa e punge,
como um espinho cravado
no meu peito!
Quero-te junto a mim
de qualquer jeito,
num instante de amor
quase perfeito
a saciar minha sede de ternura!

Quero te sentir dentro de mim...
tua carne na minha,
teu pulsar de desejo,
arrancando a cada beijo
um gemido de amor
que não sufocarei!

Vem de uma vez!
Não suporto esta espera!
Sofro de amor
nesta minha ânsia louca
de ficar desejando a tua boca,
sedenta e transtornada...

E ir morrendo, aos poucos, lentamente,
junto da tua água cristalina,
dessa fonte de amor que me alucina,
a suspirar, inutilmente, de saudade !


Cezarina/2003.

,

3 comentários:

A Palavra Mágica disse...

Cezarina,

Esse desejo todos nós temos. Poucos falam. E muitos sofrem.

Beijos!
Alcides

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Grande amiga Cezarina,

Realmente estar aqui te visitando e entrando em contato com a magia que emana de suas palavras, de seus versos, de sua alma cigana é, de fato, transcender ao êxtase mais sublime de saber que se está diante de alguém maravilhosamente provida de beleza, ternura, poesia, força, intensidade e doçura... Saiba que sou muito grato por ter me tornado seu amigo... És alguém de imensurável valor... Lindo poema! Lindo sentimento! Linda vontade de fazer do amor afago derradeiro... Parabéns!

Saiba que suas palavras de amizade e ternura lá no Sofia me provocam a mais intensa emoção... Principalmente pq sei que vem do coração... Obrigado!

Luz e paz!

Com todo o meu carinho,
Whesley

cezarina disse...

Obrigada,querido amigo!Assim vc me emociona!Tuas palavras sempre me comovem!Não mereço tanto!Um grande beijo no teu coração!