O CÉU É O MEU TETO,A TERRA É MINHA PÁTRIA,A LIBERDADE É A MINHA RELIGIÃO!

terça-feira, 5 de maio de 2009

TEIA...

ENTRE NÓS
HÁ FIOS DE SEDA,TRANSPARENTES
QUE A VIDA, COMO ARANHA
VEM TECENDO, LENTAMENTE,
NUMA TRAMA SUTIL...

FICAMOS OS DOIS
A NOS DEBATER,
DESEJANDO FUGIR
MAS TENDO QUE FICAR,
APRISIONADOS PELO MESMO SORTILÉGIO,
NUM ÚNICO LUGAR!

DEIXA QUE EU TE DÊ, COMO PRESENTE
APENAS, QUEM SABE,
ESTE MOMENTO DE CARINHO E TERNURA...
PORQUE UM PASSADO JUNTOS
NÓS NÃO TEMOS,
E O FUTURO SERÁ
OS CAMINHOS QUE UM DIA
TRILHAREMOS...

DEIXA-ME FICAR, PORTANTO, ASSIM...
NESSA TRAMA ENVOLVIDA
E, BEM PERTO DE TI...
PORQUE SOU A BORBOLETA INQUIETA
QUE O FRIO DA NOITE
SURPREENDEU LÁ FORA,
NUM BANCO DE JARDIM!

QUANTO MAIS ME DEBATO
MAIS ME PRENDO,
NESSA TEIA MÁGICA DE PRATA...
QUE PARECE FRÁGIL,
MAS, NOS ATA
A UM MESMO DESTINO,
IMPREVISÍVEL!

POSSA O SOL DA MANHÃ
NOS DESPERTAR,
E AS NOSSAS ASAS PRESAS
DESPRENDER
NUM ALTO VÔO
PELO CÉU ABERTO!

MAS,SE NÃO PUDER TE SEGUIR
POR NÃO ME AMARES,
EU FICAREI NO CHÃO:
ASAS ROTAS, SEM COR...
SONHANDO COM UM VERÃO
QUE NUNCA TIVE...
DE AMORES, DE MEL, DE MIL MATIZES,
E, ASSIM, POR CERTO.
MORREREI!

Cezarina/2004.

4 comentários:

Whesley Fagliari dos Santos disse...

Oi amiga encantadora,

Obrigado por compartilhar conosco sua luz tão intensa e verdadeira... É sempre maravilhoso vir até aqui, passear por sua alma cigana e perceber todas as fadas, todos os anjos, todos os mestres superiores habitando aqui... É incrível como vc consegue me tocar justamente nos pontos mais sulcados... Onde, um dia, eu sempre desejei a luz... Obrigado!

Obrigado pelos elogios... Vc merece chegar à casa de Sofia e encontra-la aconchegante e prazerosa...

Toda a luz e paz!

Com imenso carinho e admiração,
Whesley

Cigano Elson disse...

Oi Cezarina,
Que lindas palavras esta teia de palavras, sonetos e poesias nos envolve. Que bom abrir meu blog e ver que você passeou por entre meus textos... e que bom saber também que posso sempre contar com suas palavras de incentivo, apoio e carinho.
Muito obrigado

Abraços de Luz

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Trás um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império


Convido-te a veres o teu mais profundo no “Espelho Mágico”


Doce beijo

A Palavra Mágica disse...

Cezarina,

O que nos mata na teia não é o fato de estarmos presos, é a ansiedade em querer sair em curto espaço de tempo de algo que ainda não terminou.

Beijos!
Alcides